EC: saúde mental e psiquiatria

EC: saúde mental e psiquiatria

Objetivos

O ensino clínico de saúde mental psiquiatria pretende que o aluno seja capaz de desenvolver competências de prestação de cuidados gerais de enfermagem no âmbito da saúde mental e psiquiatria. Assim, espera-se que o aluno desenvolva e aprofunde, ao longo estágio, competências nos domínios:
Prática profissional, ética e legal;
Prestação e gestão de cuidados; e, desenvolvimento profissional.
Durante este período pretende-se que o aluno, tomando como alvo dos cuidados a pessoa com perturbação mental e família, num contexto institucional, seja capaz de:
Conhecer os modelos teóricos de referência/estratégias de intervenções adotados em saúde mental e psiquiatria;
Identificar fatores geradores de perturbações do comportamento, atendendo ao referencial teórico de análise;
Desenvolver competências comunicacionais, de modo a utilizar a comunicação de uma forma terapêutica com indivíduo/grupos (família/comunidade), nomeadamente em situações de dependência e de alteração das razões para ação;
Desenvolver competências relacionais, na perspetiva de que o momento em que acontece a relação é um momento privilegiado e único de mútuo conhecimento (função terapêutica determinante);
Desenvolver a capacidade de observação, análise reflexiva e autocrítica;
Identificar os focos de atenção sensíveis aos cuidados de enfermagem em saúde mental e psiquiatria;
Desenvolver competências no processo diagnóstico de enfermagem, planeamento, execução e avaliação das intervenções de enfermagem em saúde mental e psiquiatria, identificando resultados/ganhos em saúde, com recurso à metodologia problem based learning a partir dos casos vivenciados pelo estudante na unidade curricular ensino clínico de saúde mental e psiquiatria;
Observar e analisar criticamente intervenções terapêuticas específicas (terapia ocupacional, electroconvulsivoterapia, grupoterapia, etc);
Planear ações de psicoeducação dirigidas ao indivíduo, família e/ou grupo, procurando através da sua implementação, melhoria da literacia em saúde mental;
Analisar as questões éticas decorrentes da prática de enfermagem psiquiátrica;
Utilizar dados da investigação em enfermagem na prática dos cuidados.

Conteúdos programáticos

Aulas teóricas:
Modelos assistenciais em Saúde Mental e Psiquiatria;
Vultos de referência na história da psiquiatria;
Política de Saúde Mental: Lei de Saúde Mental; Plano Nacional de Saúde Mental 2007-2016;
Rede de referenciação em psiquiatria;
Identidade/personalidade – medidas traço e estado; biotipologia;
Principais grupos nosológicos infância, adulto e idoso- definições, características definidoras;
Saúde mental vs perturbação mental;
Neurobiologia das emoções e sentimentos;
Sicofisiologia do stresse;
Adaptação;
Resiliência;
Variáveis positivas;
Crise;
Trauma;
Stresse pós-traumático;
Terapias físicas em psiquiatria: eletroconvulsivoterapia (ECT), intervenções de enfermagem;
Psicofarmacologia – principais grupos farmacológicos, intervenções de enfermagem;
Aulas Teórico Práticas:
Comunicação: princípios; atitudes comunicacionais de Porter; impasses terapêuticos;
Observação;
Entrevista psiquiátrica;
Entrevista motivacional;
Exame mental;
Setting terapêutico.
Atitude e comportamento do enfermeiro.
Cognição: memória, orientação, pensamento, perceção, consciência, confusão, ilusão;
Emoções – ansiedade, luto, tristeza, humor;
Padrão de repouso/sono;
Uso de substâncias: dependências;
Dislexia: enurese, encoprese – importância do sintoma;
Processo familiar: avaliação familiar;
Prestador de cuidados;
Comportamento interativo: atividade;
Executada pelo próprio: comportamento alimentar, autocuidado;
Comportamento lesivo/agressivo: auto e hetero;
Atividade psico-motora;
Vontade de viver;
Comportamentos autolesivos: suicídio, parasuicídio, automutilação.

Coordenador da Unidade Curricular

Teresa Ferreira

Professora Doutora

Mais informações

Skip to content