Língua gestual portuguesa

Língua gestual portuguesa

Objetivos

Refletir acerca da importância da unidade curricular para o futuro exercício da enfermagem;
Dar a conhecer aspetos da história da comunidade surda e da língua gestual;
Sensibilizar para a realidade da surdez;
Debater, esclarecer e desenvolver técnicas de abordagem à pessoa surda e respetivos cuidados;
Desenvolver competências básicas na área da língua gestual portuguesa.

Conteúdos programáticos

Distinção de terminologias/conceitos e dissipação de mitos.
A importância do intérprete de língua gestual no acompanhamento da pessoa surda.
Contextualização e importância do uso da língua gestual portuguesa para a comunidade surda.
Primeiros contactos com a pessoa surda.
Competências práticas em língua gestual: o alfabeto gestual.
A numeração.
Saudações.
Os primeiros contatos/identificação.
Elementos de identificação pessoal.
Documentos pessoais.
Pronomes pessoais.
Pronomes possessivos.
Pronomes interrogativos.
Verbos e adjetivos.
Dias da semana.
Meses do ano.
Família nuclear.
Cores.
Principais refeições.
Alimentação (básica).
Vestuário (básico).
Sensações e sentimentos.
Palavras-chave.
Vocabulário relacionado com a saúde/enfermagem.
Simulação de casos práticos que obriguem ao uso dos conceitos abordados.

Coordenador da Unidade Curricular

Lígia Lima

Professora Doutora

Mais informações

Skip to content