Reabilitação gerontogeriatrica

Reabilitação gerontogeriatrica

Objetivos

  • Proporcionar a nível do desenvolvimento pessoal, atitudes potenciadoras de capacidades que facultem a relação de ajuda com os idosos mais ativos; 
  • Desenvolver capacidades de trabalho no que se refere à apreciação, planeamento, execução e avaliação dos cuidados aos idosos e seus cuidadores; 
  • Ajustar técnicas de reabilitação à pessoa idosa para a manutenção/ promoção da sua independência no autocuidado e uma vida ativa de acordo com o seu processo de envelhecimento; 
  • Mobilizar conhecimento para intervir nos cuidadores de idosos na manutenção/ promoção da sua saúde; 
  • Desenvolver estratégias de intervenção que visem a excelência da intervenção nos autocuidados das pessoas de maior idade e com alguma dependência mantendo a atividade máxima.

Conteúdos programáticos

  • Enfermagem gerontogeriátrica:
  • A emergência do debate;
  • Mudanças populacionais; 
  • Mudanças profissionais; 
  • Mudanças na formação em cuidados: os idosos; 
  • Influências remotas, intermédias e diretas na saúde dos idosos; 
  • O utilizador idoso, no contexto de cuidados de saúde e de enfermagem;
  • Do modelo biomédico ao modelo holístico, em cuidados de enfermagem; 
  • Modelos de organização de cuidados de enfermagem gerontogeriátricos; 
  • O panorama nacional sobre os cuidados aos idosos e sua reabilitação; 
  • A pessoa idosa no centro dos cuidados de enfermagem; 
  • A pessoa idosa da autonomia à dependência; 
  • Contexto de internamento de longa duração; 
  • Contexto de internamento em unidades de cuidados continuados; 
  • Contexto domiciliário; 
  • Cidadania, participação e empowerment; 
  • A reabilitação da pessoa idosa – perspetiva de enfermagem; 
  • Promoção da independência nos autocuidados; 
  • Terapia do Riso; 
  • Terapia de estimulação luminosa; 
  • Programas de reabilitação para idosos e envelhecimento ativo valorizando: 
  • Treino de equilíbrio – prevenção de quedas; 
  • Exercícios pélvicos – prevenção de perdas urinárias; 
  • Bilateralidade – prevenção de desuso; 
  • Os órgãos dos sentidos – prevenção queimaduras, a audição e a visão; 
  • Estimulação psicomotora – prevenção da memoria e isolamento social; 
  • Os desafios atuais em cuidados de enfermagem gerontológicos e geriátricos; 
  • Questões demográficas e suas repercussões nos cuidados de enfermagem gerontogeriátricos; 
  • Questões demográficas: repercussões na formação dos enfermeiros; 
  • A sociedade, voluntariado e os programas de reabilitação.

Coordenador da Unidade Curricular

Maria Manuela Ferreira Pereira da Silva Martins

Professora Doutora

Mais informações

Skip to content