Gestão de casos

Gestão de casos

Objetivos

  • Compreender e situar os diferentes modelos de gestão de casos, num contexto estratégico de promoção da qualidade do exercício profissional dos enfermeiros e, por inerência, da qualidade dos cuidados; 
  • Desenvolver competências de interpretação do papel de gestor de casos; 
  • Desenvolver uma atitude crítica sobre adequabilidade dos princípios da gestão de casos à realidade do Serviço Nacional de Saúde português e ao exercício profissional dos enfermeiros; 
  • Aprofundar o conceito de “cliente vulnerável”, a partir de uma perspetiva teórica inscrita no domínio disciplinar da Enfermagem, em articulação com as necessidades de cuidados de enfermagem da população portuguesa; 
  • Aprofundar os conhecimentos sobre os critérios e os instrumentos de identificação de clientes “potencialmente vulneráveis” nas transições com relevância para prática clínica; 
  • Desenvolver competências de integração e utilização de instrumentos de avaliação da qualidade dos cuidados, no quadro das transições vividas pelos clientes; 
  • Desenvolver competências de coordenação de equipas de enfermagem, orientadas para a prestação de cuidados aos clientes, ao longo de um “continuum” de cuidados; 
  • Desenvolver competências de definição, acompanhamento e revisão dos processos de cuidados aos clientes “potencialmente vulneráveis”, que vivem transições saúde/doença, desenvolvimentais e situacionais, no contexto de equipas multidisciplinares.

Conteúdos programáticos

  • O conceito de Gestão de casos; 
  • Gestão de casos: elementos centrais; 
  • Os (potenciais) clientes de programas de gestão de casos; 
  • O conceito de “cliente vulnerável” a partir de uma visão inscrita no domínio disciplinar da Enfermagem; 
  • O Gestor de casos: perfil de competências; 
  • O gestor de casos como um “insider expert”.

Coordenador da Unidade Curricular

Filipe Miguel Soares Pereira

Professor Doutor

Mais informações

Skip to content